• Papai com a Filhona

     

    Me separei em 2007 quando minha filha tinha 19 anos, mas sempre admirei aquele corpo de mulher de 20 (enorme), mulher gostosa para dizer a verdade.

    Por diversas vezes tive o prazer de ver ela nua e ela também me ver, mas sempre que minha esposa não estava em casa.

    Nos fazíamos de bobos, eu andava pela casa de pau duro e ela com os biquinhos do peito explodindo, mas nunca rolou nada.

    Depois da separação, mudei para um belo Ap com 3 quartos, mas morando sozinho. Um quarto era para quando ela vinha em casa e o outro quando trazia uma amiga ou mesmo para uma visita.

    Minha esposa foi para NY a trabalho e ficou quase um mês e para a minha sorte, bem no perído de férias da minha filha, que resolveu ficar esse período comigo (já na maior idade).

    Claro que dormiamos e acordávamos nús (era muito bom), até que um dia eu perguntei pra ela pq ficávamos nús quando estávamos sozinhos, então ela disse, pq o Senhor não responde?

    Então eu disse que era pra ela se tocar que eu morria de tesão por ela. Para minha surpresa ela disse a mesma coisa, e ficamos quietos por alguns instantes, quando ela veio direto para o meu colo.

    Beijei longamente minha filha, levantei com ela no meu colo e fui para o chuveiro.

    Começamos a fazer o que sempre tivemos vontade, passei muito minha vara na bunda dela, na cara, na buceta e ela pediu para gozar na cara dela. Quase fiquei louco, pois adoro fazer isso.

    Ela chupava como uma puta profissional e não aguentei muito, lavei a cara dela com muita porra gozando dentro um pouco na boca e ela espalhava o resto com a mão e levava a boca, boa parte da porra.

    Já na cama, não esperei por muito tempo, e mandei ver naquela xana deliciosa, e como ela gemia alto, e pedia (de quatro papai, de quatro por favor).

    Disse a ela que queria o cuzinho dela, e ela disse que sabia que esse dia chegaria, e que havia guardado o cuzinho para mim, mesmo o namorado já tendo pedido muito (quase implorado), pois era divino aquele cuzinho por baixo da marquinha minúscula do biquine dela.

    Foi foda colocar, mas aos poucos entrou tudo. Foi a melhor gozada da minha vida. Gritamos juntos de prazer.

    Transamos todos os dias das férias dela, com um detalhe, eu também estava de férias, ou seja, dia e noite com ela.

    Hoje em casa tenho um acervo de acessários de sex shop, como vibradores e roupinhas, além de fantasias.

    Um ano depois levei ela em uma casa de swing. Quando a vi mamando duas rolas e um cara chupando a buceta e fodendo a bunda dela, quase fiquei louco de ciumes, pois descobri que além do tesão, somos apaixonados um pelo outro.


  • Commentaires

    Aucun commentaire pour le moment

    Suivre le flux RSS des commentaires


    Ajouter un commentaire

    Nom / Pseudo :

    E-mail (facultatif) :

    Site Web (facultatif) :

    Commentaire :